quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Sabe, gente ...




"Sabe, gente.
É tanta coisa pra gente saber.
O que cantar, como andar, onde ir.
O que dizer, o que calar, a quem querer.

Sabe, gente.
É tanta coisa que eu fico sem jeito.
Sou eu sozinho e esse nó no peito.
Já desfeito em lágrimas que eu luto pra esconder.

Sabe, gente.
Eu sei que no fundo o problema é só da gente.
E só do coração dizer não, quando a mente
Tenta nos levar pra casa do sofrer.

E quando escutar um samba-canção.
Assim como: "Eu preciso aprender a ser só".
Reagir e ouvir o coração responder:
"Eu preciso aprender a só ser."

(Eu preciso aprender a só ser Gilberto Gil)




Nessa bipartição interminável inventada pelo homem: mente e corpo, é a mente que tenta nos levar para a CASA do sofrer.

Uma CASA é onde visto meu hábito, onde habito, não o que eu SOU - verbo SER de novo.

Essa canção me fez refletir sobre o que costumamos dizer:

"- Nosso sofrimento vem do coração."

Talvez não.

Talvez nosso sofrimento venha de nossa MENTE, que nos enche de perguntas:

- O que cantar?
- Como andar?
- Onde ir?
- O que dizer?
- O que calar?
- A quem querer?

O coração não pergunta, responde:

- Basta simplesmente você SER:

"O que for a profundeza do teu ser, assim será teu desejo.
O que for o teu desejo, assim será tua vontade.
O que for a tua vontade, assim serão teus atos.
O que forem teus atos, assim será teu destino."

Brihadaranyaka Upanishad IV 4.5


2 comentários:

  1. :D

    Essa música animou o meu dia.
    Passava por uns problemas dias atrás e lendo o seu post me tranquilizou.

    Obrigada.

    ResponderExcluir
  2. Que alegria: ver o video de dois amigos queridos na postagem de outro amigo querido!

    (como vc pode ver, estou lendo todas as postagens, que aliás são sempre muito sensíveis)

    ResponderExcluir